ABPA atualiza números de exportação de carne suína e de frango de 2019


post-thumb


Variação positiva foi incluenciada pela queda nos rebanhos de porco na China, reabertura do mercado na Rússia e retomada de vendas para a Europa

 

Depois de um 2018 marcado por desafios, 2019 tem se consolidado como um ano mais tranquilo para os produtores brasileiros de aves e suínos. É o que aponta, ao menos, os sete primeiros meses.

 

Veja, por exemplo, o caso das exportações. Segundo a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), de janeiro a julho as de carne de frango cresceram 5,8% na comparação com o mesmo período do ano passado – foram 2,34 milhões de toneladas embarcadas, que geraram uma receita de US$ 4 bilhões.

 

Já as exportações de carne suína subiram ainda mais: 19,6%, chegando a 414 mil toneladas.

 

“Os números são extremamente positivos. O comportamento dos mercados interno e externo acena positivamente para os setores de avicultura e suinocultura. Temos como principal driver de crescimento a Ásia”, afirmou o presidente da ABPA, Francisco Turra.

 

A variação nas exportações foi influenciada pela queda nos rebanhos de porco chineses, decorrência da peste suína africana que se espalhou pelo país. Há, porém, outros fatores que contribuíram, como a reabertura do mercado de suinocultura para a Rússia e a retomada das vendas à União Europeia.

 

Mercado interno

 

A ABPA espera que o Brasil feche o ano com um aumento de 1% na produção de carne de frango, o que significa 13 milhões de toneladas. Para a carne suína, o aumento deverá ficar entre 1% e 2,5%, atingindo 4,1 milhões de toneladas.

 

“Hoje, somos o quarto maior produtor mundial de suínos. O Brasil tem elasticidade para ter um grande consumo interno”, disse Turra. “Os produtores não estão fazendo movimentos exacerbados de expectativas e, sim, aguardando a demanda externa”.

 

ABPA á uma das apoiadoras da ANUTEC BRAZIL

 

Imagem: Ricmais


0 comentários em “ABPA atualiza números de exportação de carne suína e de frango de 2019”


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *